Historinha da Chapeuzinho Vermelho

Chapeuzinho Vermelho

Era uma vez uma linda menininha chamada Chapeuzinho Vermelho. Ela tinha esse nome porque adorava usar um capuz vermelho que sua avó havia feito especialmente para ela. Chapeuzinho Vermelho vivia em uma pequena aldeia cercada por uma densa floresta.

Certo dia, a mãe de Chapeuzinho Vermelho pediu que ela levasse uma cesta cheia de guloseimas para sua querida avó, que morava do outro lado da floresta. Sua avó estava doente e a mãe estava preocupada com ela.

Chapeuzinho Vermelho aceitou a missão com alegria e prometeu à sua mãe que seria cuidadosa e seguiria o caminho da floresta sem se desviar. A mãe alertou-a sobre os perigos que poderiam existir na floresta, mas Chapeuzinho Vermelho prometeu que seria obediente e tomaria cuidado.

Enquanto caminhava pela floresta, Chapeuzinho Vermelho admirava a beleza da natureza ao seu redor. Ela ouvia os pássaros cantando e sentia o cheiro doce das flores. Mas ela não sabia que estava sendo observada de perto por um lobo faminto.

O lobo, ao avistar Chapeuzinho Vermelho, teve uma ideia malvada. Ele decidiu enganá-la e chegar primeiro à casa da avó, para poder comer as duas. O lobo sabia que a avó estava sozinha em casa e seria uma presa fácil.

O lobo correu pela floresta e chegou à casa da avó antes de Chapeuzinho Vermelho. Ele bateu à porta e, tentando imitar a voz da avó, chamou: “Querida Chapeuzinho, entre!”.

Chapeuzinho Vermelho ficou surpresa ao ouvir a voz da avó e entrou rapidamente na casa. Ela estranhou o aspecto diferente da avó e disse: “Vovó, como seus olhos estão grandes!”.

O lobo, tentando se passar pela avó, respondeu: “É para te ver melhor, minha querida”. Chapeuzinho Vermelho continuou: “Vovó, como suas orelhas estão grandes!”.

O lobo respondeu novamente: “É para te ouvir melhor, minha querida”. Agora, Chapeuzinho Vermelho começou a ficar desconfiada e disse: “Vovó, como sua boca está grande!”.

O lobo, revelando sua verdadeira identidade, respondeu com um sorriso maligno: “É para te devorar, minha querida!”. Assustada, Chapeuzinho Vermelho gritou e correu para fora da casa.

Enquanto corria, Chapeuzinho Vermelho encontrou um lenhador na floresta. Ela contou a ele sobre o lobo e como ele havia enganado sua avó. O lenhador, valente e forte, decidiu ajudá-la.

Juntos, eles voltaram à casa da avó. O lobo estava lá, satisfeito com sua vitória. Mas, antes que ele pudesse fazer qualquer mal, o lenhador deu um golpe certeiro e salvou a avó e Chapeuzinho Vermelho.

As três se abraçaram aliviadas. A avó agradeceu ao lenhador por sua coragem e bondade. Chapeuzinho Vermelho aprendeu uma lição importante sobre confiar em estranhos e seguir as instruções de seus pais.

Desde então, Chapeuzinho Vermelho prometeu sempre ser cautelosa ao caminhar sozinha pela floresta e nunca conversar com estranhos. Ela valorizava ainda mais sua avó e a segurança de sua casa.

E assim, Chapeuzinho Vermelho e sua avó viveram felizes e sempre se lembraram daquele dia como um lembrete de que é importante ser cuidadoso e estar atento aos perigos ao nosso redor. A história de Chapeuzinho Vermelho nos ensina a importância de ouvir nossos pais e tomar precauções para garantir nossa segurança.

4.7/5 - (22 votes)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *